terça-feira, 22 de abril de 2014

Estado Novo em Cinfães


Publicação de História de Cinfães.

[Mulher em Bustelo da Lage]
Autor anónimo
1961
Publicada em [S.a.] - Arquitectura popular em Portugal - Lisboa : Sind. Nac. dos Arquitectos, 1961 e RESENDE, Nuno - Monografia de Cinfães [vol. III]. Sinfães 1900: ou o devir do passado no local presente. porto: Câmara Municipal de Cinfães, 2000.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Identificação de de indivíduos e oligarquias do extinto concelho de Sanfins.

Jerónimo de Almeida Castro Mendonça Castelo Branco, residente em Piães, nascido em 1817, Proprietário (contribuições em 1852 no valor de 20.000 rs., um dos maiores contribuintes), solteiro. Fidalgo da Casa Real, foro de fidalgo concedido por D. Pedro IV em 1861 (Registo Geral das Mercês, D. Pedro IV, liv. 21, fl.72v.), quinta de Sequeiros, Piães.

Joaquim Macário do Amaral, nascido em 1816 (tendo em conta que a informação de que tinha 36 anos em 1852 está correcta), residente na freguesia de Espadanedo (lugar do Cimo da Vila), o maior proprietário do concelho de Sanfins em 1852 (paga de contribuições 20.800rs.), notário do 2º ofício notarial do concelho.

Joaquim Paulino Pereira Pinto de Vasconcelos, residente em Fornelos, nascido em 1800, viúvo (1852), notário do 3º ofício notarial do concelho em data posterior a 1840 (á titularidade do ofício é-lhe concedida por D. Maria II em 1840. Registo Geral das Mercês, liv.11, fl.223-223v), membro do conselho municipal em 1853 e 1854.

Joaquim de Oliveira Leitão, residente na freguesia de Piães, nascido em 1812, viúvo (1852), lavrador, vereador da Câmara Municipal de Sanfins em 1854.

José Pereira Resende, residente em Nespereira, Lavrador (3.258rs. de contribuições em 1852), nascido em 1813, casado (1852), membro do Conselho Municipal em 1853 e 1854.

 José do Nascimento de Azevedo Coutinho, residente em Tarouquela, nascido em 1813, Proprietário (13.800 rs. de contribuições em 1852, um dos maiores contribuintes), casado (1852), escrivão do juízo de Paz de Espadanedo posterior a 1839 (Carta de concessão do ofício em 1839 - Registo Geral das Mercês, D. Maria II, liv.9. fl. 231v.)

Manuel Pereira da Costa, residente em Espadanedo, nascido em 1783, casado (1852), proprietário (contribuições em 1852: 6.920rs.), membro do Conselho Municipal em 1853 e Vereador da Câmara Municipal em 1854.

Os "Tameirões": Manuel Pinto Neto Tameirão, residente em Tarouquela, nascido em 1799, solteiro (1852), um dos maiores proprietários do concelho (contribuições pagas em 1852: 12.200rs.); José Pinto da Silva Tameirão, residente em Travanca, nascido em 1813, proprietário, casado (1852), presidente da Câmara em 1853, 54 e 55; Inácio José Pinto Tameirão, pároco de Tarouquela, nascido em 1772; Jacinto Tameirão, residente em Tarouquela, escrivão, nascido em 1798, casado (1852).

Fontes Registo Geral das Mercês, liv.11, fl.223-223v), membro do conselho municipal em 1853 e 1854. Fontes: Cadernos do Recenseamento Eleitoral (eleições de 1852) (AHP), Orçamentos do concelho de Sanfins (ADVS), Registo Geral das Mercês (ANTT). Cadernos do recenseamento eleitoral do concelho de Sanfins (eleição para deputados de 1852) (Arquivo Histórico Parlamentar) e ADVS (Arquivo Distrital de Viseu)- descrição dos fundos notariais.

[Investigação e textos de Paulo Jorge Leitão]

Speech by ReadSpeaker